O Sporting, último dos três grandes a entrar em ação nesta ronda da prova rainha, recebe a partir das 18h00 deste domingo, no Estádio José Alvalade, o Dumiense, equipa que milita no quarto escalão do futebol português

Depois de um pequeno susto na eliminatória anterior, ante o também modesto Olivais e Moscavide, num jogo em que esteve a perder antes de virar o resultado, o Sporting vai procurar regressar aos triunfos, depois de ter visto a invencibilidade a nível interno chegar ao fim de forma dolorosa frente ao Benfica, no último encontro que disputou antes da paragem para os jogos das seleções.

Pela frente, os leões vão ter um adversário que chega de Dume, uma pequena freguesia do município de Braga, com pouco mais de três mil habitantes. O Dumiense foi fundado há mais de 60 anos, mas só na época passada se estreou nos escalões nacionais, cinco anos depois de uma fusão com o Colégio João Paulo II que salvou o clube e lhe conferiu a sua atual designação, Dumiense/CJP II.

A formação minhota está pela segunda temporada consecutiva na 4.ª eliminatória da Taça de Portugal, depois de na temporada passada ter caído nessa fase da prova aos pés de outro priomodivionário, o Famalicão.

Histórico de encontros: um embate inédito, mas há uma cara de má memória que o Sporting vai reconhecer

Este será, naturalmente, o primeiro frente a frente de sempre entre os dois clubes. O único encontro de sempre do Dumiense contra uma equipa do primeiro escalão foi, precisamente, o da 4.ª eliminatória da Taça de Portugal da temporada passada, e resultou numa derrota por 4-1. Igualmente a jogar fora de portas, o Dumiense saiu para o intervalo a perder por 3-0 e viu o adversário chegar ainda ao 4-0 antes de apontar o seu tento de honra, assinado por Rashid, jogador que entretanto já rumou a outras paragens.

Mas o Dumiense conta nos seus quadros com alguém que sabe o que é marcar ao Sporting. E não foi há assim tanto tempo. O defesa central João Faria atua, esta temporada, no conjunto de Dume - até costuma ser ele a envergar a braçadeira de capitão - mas na temporada passada alinhava no Varzim. E curiosamente - o destino tem destas coisas - foi ele que marcou o golo que afastou o Sporting da Taça de Portugal na temporada passada, na derrota por 1-0 da formação de Rúben Amorim frente ao Varzim.

Esse desaire diante do Varzim foi apenas a sexta ocasião em que o Sporting se viu eliminado da Taça de Portugal por uma equipa de um escalão inferior. A quinta tinha ocorrido em 2019/20...diante de uma equipa que, tal como o Dumiense, militava no Campeonato de Portugal, o Alverca. Só por duas vezes, contudo, o Sporting perdeu em casa para a Taça diante de equipas de escalões secundários.

Momento de forma: Sporting tenta reagir a derrota, Dumiense com poucas vitórias esta temporada

O Sporting chega a este jogo vindo da sua primeira derrota da época a nível interno (a segunda da temporada no conjunto de todas as competições). Uma derrota bem amarga, no dérbi com o rival Benfica, no Estádio da Luz, e que fez com que os leões se vissem igualados pelas águias no topo da classificação da Primeira Liga.

Esse desaire travou uma série de quatro vitórias consecutivas no conjunto de todas as provas e de sete jogos sem perder. O Sporting marcou golos em todos os jogos que realizou esta temporada, mas só não sofreu golos num dos últimos dez que disputou.

Na 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, ronda em que entrou em cena nesta edição da prova, o Sporting derrotou o Olivais e Moscavide por 3-1, num jogo em que se viu cedo em desvantagem, chegando ao empate em cima do intervalo, antes de confirmar a vitória com dois golos no segundo tempo, um deles já mesmo ao cair do pano.

Quanto ao Dumiense, encontra-se no último lugar da Serie A do Campeonato de Portugal, com sete pontos e apenas uma vitória somada em dez jornadas. Não ganha há quatro jogos, dos quais perdeu três, o mais recente por 5-0, em casa, diante do Camacha. Não marca golos há três jogos.

Na Taça de Portugal, porém, a história tem sido outra: dois jogos, duas vitórias. Entrou em prova na 2.ª ronda, na qual afastou o União de Santarém, com um triunfo por 4-3 após prolongamento. Depois, na 3.ª eliminatória, também a jogar em casa, venceu o AVS, então líder da Segunda Liga, por 1-0. O caboverdiano foi o herói, ao marcar o único golo do encontro, logo aos 11 minutos.

O que dizem os treinadores

Rúben Amorim, treinador do Sporting: "Sabemos que não podemos estar desconcentrados e que jogamos em casa, e temos uma responsabilidade maior de fazer um jogo competitivo e alegre porque as pessoas vêm aqui ver-nos. Temos a obrigação de tornar o jogo alegre, um jogo que as pessoas gostem. É um jogo de Taça e o adversário assim o merece"

Fábio Oliveira, treinador do Dumiense: "Vamos jogar aquilo que o Sporting nos deixar. Temos um adversário de muita valia, que para mim é a melhor equipa a jogar em Portugal, com um treinador que vai marcar uma geração, tal como o José Mourinho o fez há alguns anos atrás. Apesar de não o conhecer pessoalmente, tenho estima pelo Rúben Amorim e sigo muito o que ele faz"

O árbitro

Bruno Costa, da AF Viana do Castelo, será o árbitro do encontro. Terá como assistentes Carlos Martins e Jorge Fernandes. O 4.º árbitro será Diogo Mesquita. Ainda não há VAR nesta ronda da Taça. Curiosamente, foi também ele o árbitro da última eliminação do Sporting na Taça, no referido desaire da época passada com o Varzim.

Sporting e Dumiense entram em campo a partir das 18h00 deste domingo, no Estádio José Alvalade. Poderá seguir aqui, AO MINUTO, todas as incidências do encontro e ver os vídeos com os principais lances do encontro

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.