O presidente do Caldas Sport Clube apelou hoje ao ‘fair-play’ dos adeptos para receber, no sábado, o Benfica, para a Taça de Portugal em futebol, assegurando que estão reunidas as condições de segurança no estádio.

“Houve alguns alertas lançados pela PSP após uma vistoria para que estivessem garantidas todas as condições de segurança para aquele que é considerado um jogo de risco”, afirmou hoje Jorge Reis, numa conferência de imprensa em que disse que essas condições “estão criadas”, quer para a realização do jogo, quer “para qualquer jogo que de futuro se venha a realizar no Campo da Mata”.

De acordo com o dirigente, “numa parceria entre a Câmara e o clube, foram investidos cerca de 250 mil euros” para dotar o campo da Mata de vídeovigilância, de um novo relvado e na criação da zona especial de adeptos.

Lembrando que “o que se vai passar é a festa da Taça [de Portugal]", Jorge Reis apelou “ao ‘fair-play’ de todos” para receber quer os adeptos do Caldas quer os do Benfica, que acredita “virão também com uma atitude positiva” para assistir ao jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal, marcado para as 20:45 de sábado, no Campo da Mata, e cujos bilhetes “estão muito perto de esgotar”.

O jogo vai envolver uma operação de segurança em que estarão empenhados “cerca de uma centena de elementos policiais e uma centena de assistentes de recinto desportivo”, informou na mesma conferência o comandante da Divisão Policial das Caldas da Rainha, Hugo Marado.

O responsável pela operação policial com o mote 'Festa em Segurança' alertou para o cumprimento das “condições de acesso e permanência no estádio", cujas portas vão abrir às 18:45 “para que o acesso às respetivas bancadas seja feito atempadamente”, alertando ainda para a necessidade de o público “guardar os ingressos até ao final da partida”.

Quem o fizer, anunciou Jorge Reis, “poderá no final trocar este bilhete por uma entrada grátis para o jogo Caldas–Real Massamá”, que se disputará de sábado a 15 dias.

O comandante da PSP alertou ainda para os condicionamentos de trânsito que se vão verificar na imediações da Mata, informando que será disponibilizado no Campo da Feira, a alguns metros do estádio, um parque de estacionamento com cerca de 500 lugares, que as autoridades apelam a que os locais possa “deixar para os visitantes”, optando por se deslocarem a pé ou estacionarem noutros parques mais distantes.

A disponibilização do parque de estacionamento foi feita pela Câmara das Caldas, parceiro do clube no investimento que vai permitir a realização do jogo, fruto de “um esforço tremendo”, que levou hoje o presidente da autarquia, Vitor Marques, a deixar o repto à Federação Portuguesa de Futebol para que “as marcações de jogos a este nível sejam feitas mais atempadamente”.

“Tem que haver mais tempo para preparação destes jogos”, para que o país não tenha uma “Taça de Portugal de primeira e outra de segunda”, disse o autarca.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.