Bruno Lage fez a antevisão à partida da próxima quarta-feira para a Taça de Portugal, onde irá defrontar o SC Braga, no Estádio da Luz em encontro a contar para os oitavos de final da 'Prova Rainha'.

Sobre o momento do Braga nas competições a eliminar

"Eu nunca olho muito para aquilo que são os resultados, olho sim para aquilo que a equipa produz. Vimos muitos jogos do Braga, quer o nosso na primeira jornada, quer o último, não vejo a forma como sofrem os golos, olho para o que é a qualidade da equipa. O que espero amanhã é uma equipa muito competente, com bons jogadores, com um treinador experiente e é um jogo a eliminar e o momento é amanhã, independentemente do nosso momento e do momento deles, o momento é amanhã. O objetivo é vencer para seguir em frente e é isso que temos de fazer, temos de nos apresentar como nos temos apresentado nos últimos jogos, com qualidade, com iniciativa, com alegria, criando muitas oportunidades de golo, marcar golos e seguir em frente"

Shakhtar na Liga Europa

"Ainda estamos longe, é muito cedo para comentar, mas é uma excelente equipa e muito bem orientada. É uma equipa que gosta de ter bola, que joga muito bem e que neste momento tem uma equipa técnica de eleição que está a fazer um excelente trabalho"

Últimos confrontos com o Braga

"Independentemente disso, se tivesse do outro lado e  tivesse uma equipa que me tinha batido duas vezes, a estratégia é sempre a mesma. A cada momento temos de estar ao nosso melhor nível. Olho sempre para a forma como a equipa tem jogado, independentemente de termos vencido os últimos dois jogos, amanhã é o momento em que temos de estar muito bem, ter uma estratégia bem definida, escolher um bom onze, independentemente do passado"

Deixar Raul de Tomás na bancada

"Se meter o Raul a diferença é de três milhões, meto 17 milhões [Vinícius] no banco ou fora da convocatória. É o equilíbrio, o mais importante é estar toda a gente a trabalhar bem, independentemente do valor que custou. E depois é termos a noção e se olharmos para o passado e para aquilo que foram os últimos 10 anos, até que ponto, e não é facil de encontrar um ponta de lança que chegue ao Benfica e se afirme, houve dois casos, Jonas e Vinícius, todos os outros precisaram de tempo para se adaptar. Estamos confiantes nisso, é o atleta dedicar-se ao trabalho. Tem de trabalhar para no momento, na oportunidade, provarem o seu valor"

Melhor momento do Benfica

" O melhor momento foi o que fizemos no último jogo, e é sempre isso que temos de olhar. , espero que seja amanhã. Cada momento é o momento. Neste momento estes jogadores encontraram uma dinâmica, já tivemos outras. O que sinto é que temos muitos jogadores competentes que nos trazem muitas dinâmicas, há dinâmicas que ainda estão na teoria e podem entrar em ação"

Vencer a Liga Europa

"Nós temos a obrigação de vencer todos os jogos e para já é o de amanhã. É a nossa obrigação sempre. Faltam cinco jogos para uma final, não lhe consigo responder assim. Consigo dizer-lhe que fizemos de tudo para estar ao melhor nível e vencer amanhã"

Marcar muito e sofrer pouco nos últimos jogos

"Por acaso hoje tivemos a fazer essa reflexão com os jogadores, antes de falarmos e de dar a conhecer o Braga, fizemos a analise da nossa organização defensiva, a nossa transição defensiva, o nosso equilíbrio defensivo. É uma situação que é muito importante, o maior número de ações, quer ofensivas quer defensivas, quer de posicionamento quer de transição, obriga a um maior número de metros percorridos e esse número de metros em campo é um trabalho em equipa. Se nós a atacar usamos o nosso guarda-redes e é o primeiro a iniciar o processo, a nossa organização defensiva e os homens da frente têm de fazer um trabalho extraordinário para trabalhar em equipa e esse é que o valor da nossa equipa e foi isso que dissemos aos nossos jogadores. O número de ações aumenta, toda a gente a correr com sentido para recuperar a bola o mais rapidamente possível, para bloquear o jogo do adversário, para pressionar de determinada maneira as coisas ficam mais fáceis. É o funcionamento em equipa e tirar partido das ações individuais e do valor individual de cada um dos jogadores, o contributo dos homens da frente é fundamental"

Alterações nas competições

"Na taça da liga fizemos por uma questão estratégica, nas outras competições mudamos pelo momento de cada jogador e pela estratégia, é isso que vamos fazer amanhã"

Recuperação de Rafa

"A recuperação tem corrido dentro da normalidade. Ainda não treina com a equipa, mas já faz corrida. Ainda é cedo para uma previsão. A previsão seria para o meio de janeiro, mas vamos ver. O mais importante é a recuperação estar a correr dentro da normalidade e o atleta estar motivado para recuperar. Ainda bem que fala nisso, porque as vezes esquecem-nos. Na entrevista da renovação esqueci-me do Rafa, porque queria passar uma mensagem para o Rafa porque tem feito um inicio de época fantástico, este lesionado e agora ha que recuperar com calma, para dpeois começar a trabalhar"

*Artigo atualizado às 15h04

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.