A seleção de andebol masculina angolana voltou a conquistar a medalha de prata nos Jogos Africanos, ao perder com o Egito por 23-25, após prolongamento na final do torneio de Brazzaville2015, depois de tê-lo feito na edição de Maputo2011.

Intrometida entre os "papões" da modalidade no continente, nomeadamente os países do norte de África, Angola teve novamente os egípcios como "carrascos", mas em Maputo a derrota foi por 20-24.

A partida, disputada no pavilhão dos desportos de Kintelé, foi totalmente equilibrada e em alguns períodos, fundamentalmente na segunda parte, os angolanos lideraram o marcador por pequena diferença.

A primeira parte registou igualdade aos cinco minutos (6-6) e aos nove (8-8), chegando o intervalo com Angola a vencer por 13-12. O mau início no reatamento foi como que o prenúncio de um resultado menos conseguido. Em menos de dois minutos o Egito marcou três golos e passou a liderar o marcador (15-13).

Daí em diante a seleção angolana nunca mais cumpriu com rigor os processos defensivos e ofensivos, com perdas de bola, ataques perdidos ou por remate para fora ou por defesa do guarda-redes Ahmed Mohamed - aliás, este foi o responsável principal pela vitória egípcia - levaram Angola a um período de quase "apagão".

Também a compleição física e o jogo viril dos oponentes contribuiu muito para o desgaste e a falta de fôlego dos atletas da seleção angolana nos últimos 15 minutos dos 60 regulamentares.

Entretanto, aos 58 minutos, Angola protagonizou um "volte-face" e igualou o jogo a 20 pontos. Nesta altura, teve nas mãos de Romeu Hebo, a segundos do fim, a possibilidade de vencer, mas este falhou o remate em jogada combinada.

Foi no prolongamento que se decidiu a história do jogo, com o Egito a contar novamente com a sua melhor unidade em campo, o guarda-redes Ahmed Mohamed. Nos cinco primeiros minutos do prolongamento Angola marcou apenas um golo contra três dos adversários (21-23) e nos cinco restantes os magrebinos marcaram mais dois, tal como Angola, fixando-se o resultado final em (23-25).

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.