O Sporting perdeu hoje 70-64 com o Igokea, da Bósnia, e foi eliminado da Liga dos Campeões de basquetebol, falhando o objetivo de ser o primeiro clube português a chegar à fase de grupos da competição.

Sem o treinador Luís Magalhães, positivo à covid-19, os ‘leões', que vão jogar a FIBA Europe Cup, caíram na final da ‘poule' concentrada de acesso à fase de grupos, na cidade búlgara de Botevgrad.

Na Europe Cup, o Sporting vai disputar o grupo C, em janeiro de 2021, com os polacos do Stal Ostrów Wielkopolski, os húngaros do Szolni Olajbányász e os israelitas do Ironi Nes Ziona, com os dois primeiros a avançarem para os oitavos de final.

Hoje, e dois dias depois de vencerem o Friburgo, da Suíça, por 89-78, os ‘verdes e brancos' defrontaram uma equipa com história na competição e disputaram um primeiro quarto equilibrado durante a primeira metade, tendo até estado por cima nos primeiros minutos, mas saíram a perder por 16-11.

O segundo período abre com novo triplo do norte-americano Travante Williams, que então já levava oito pontos, abrindo um período equilibrado, até pelo parcial final (20-20), mas no qual os portugueses passaram o tempo a ‘correr atrás' do resultado, tendo ‘virado' duas vezes, mas ficando na frente por poucos segundos.

O intervalo ‘pedia' uma reação dos ‘leões', que iam ‘vivendo' de um bom acerto nos triplos, e o terceiro período foi o mais bem conseguido dos lusos, mesmo que tenham desperdiçado, entre outras oportunidades, quatro lances livres seguidos, quando o placar assinalava 38-34.

A pouco mais de um minuto do final, o Sporting ‘vira' o resultado por duas vezes, a última das quais com um triplo de Shakir Smith, e sai para o último dos períodos a vencer pela margem mínima (47-46).

O quarto e último período ‘traiu' a luta da formação portuguesa, que praticamente começou com a reviravolta bósnia no marcador, seguindo de um ‘turnover' que deu mais dois pontos ao Igokea

O ‘desnorte' português, alimentado pela grande prestação de John Carmichael pela formação da Bósnia, com 16 pontos, oito ressaltos e três roubos de bola, não permitiu ‘sonhar'.

À entrada para o último minuto, seis pontos separavam as duas equipas, com Travante Williams, que terminou o jogo com 16 pontos, a falhar dois de três lances livres de que dispôs.

Williams, que acertou quatro triplos, em nove tentados, e ainda conseguiu quatro ressaltos, foi um dos destaques no representante português nas competições europeias, além de John Fields, com 12 pontos e 11 ressaltos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.