Mike Tyson revelou ao 'The New York Post' que nos últimos quatro anos tem consumido veneno de um sapo do Deserto de Sonora, no México. De acordo com a lenda do boxe, o consumo desta substância fez com que a sua vida melhorasse “por completo”.

"Ingeri o veneno deste sapo 53 vezes, mas nada se comparou à primeira vez, em que 'morri'. Fi-lo como um desafio. Estava a usar drogas pesadas como cocaína, então por que não? É outra dimensão. Antes disto estava um caco. O adversário mais difícil que já enfrentei fui eu mesmo. Tinha baixa autoestima, algo que costuma acontecer com pessoas que têm grandes egos. Mas isto tira-te o ego", afirmou.

"As pessoas veem como mudei. A minha mente não entende o que se passou, mas a minha vida melhorou por completo. O único objetivo do sapo é que alcances o teu potencial máximo e vejas o mundo de outra maneira, que somos todos iguais e tudo é amor", afirmou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.