O ciclista alemão Tony Martin (Etixx-Quickstep) perdeu hoje a camisola amarela para Chris Froome (Sky) por seis centímetros, revelou hoje a organização à AFP.

Se o rolador alemão tivesse cortado a linha da terceira etapa, com final no muro de Huy, seis centímetros mais cedo, teria sido creditado com o mesmo tempo de Froome na classificação geral e ficaria na frente no desempate ao milésimo de segundo.

O britânico, vencedor do Tour2013, foi segundo na etapa atrás do espanhol Joaquim Rodriguez (Katusha) e beneficiou de uma bonificação de seis segundos, o que o fez ficar um segundo à frente do ciclista da Etixx-Quickstep, 26.º, a 40 segundos.

Martin fica à beira da camisola amarela pelo segundo dia consecutivo, sendo o principal prejudicado pelo regresso das bonificações ao Tour, depois de oito anos de ausência.

Na véspera, por ter sido terceiro na etapa e recebido quatro segundos de bonificação, o suíço Fabian Cancellara (Trek) ultrapassou-o na classificação geral, ficando a liderar por três segundos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.