O suíço Roger Federer foi esta terça-feira uma sombra do estatuto de terceiro tenista mundial, perdendo nos quartos de final com o francês Jo-Wilfried Tsonga a hipótese de fixar o maior número de vitórias em Roland Garros.

O quinto cabeça de série, que jogou o seu melhor ténis, apurou-se para a sua primeira meia-final do “seu” Grand Slam, ao vencer por 7-5, 6-3 e 6-3, para provocar uma das grandes surpresas desta edição.

Para Federer, que na ronda anterior já tinha sentido dificuldades frente ao também francês Gilles Simon, a derrota significa que o empate com Guillermo Villas no número de vitórias em Roland Garros (58) vai continuar por mais um ano.

«Ele jogou muito bem. Em todos os domínios foi melhor do que eu. Fiquei impressionado. Estive mal em tudo, é triste jogar assim, mas é a vida», lamentou o segundo cabeça de série, eliminado nos quartos de final de um Grand Slam apenas pela quinta vez em nove anos.

No seu 36.º encontro consecutivo nos quartos de final de um dos “majors” do circuito, o recordista de vitórias em Grand Slam repetiu um desaire que Tsonga já lhe tinha imposto na mesma fase de Wimbledon2011.

Depois de estar a perder por 4-2 no primeiro “set”, o oitavo jogador mundial nunca viu o seu triunfo em causa, garantindo um encontro com David Ferrer, o outro jogador que ainda não perdeu um parcial no torneio.

O espanhol confirmou o estatuto de quarto cabeça de série, “despachando” Tommy Robredo em uma hora e 25 minutos, com os parciais de 6-2, 6-1 e 6-1.

Robredo, que se tornou no primeiro homem desde Henri Cochet, em 1927, a vencer três encontros consecutivos depois de estar a perder por dois “sets”, “culpou” a ausência de “tie-break” no quinto parcial pela sua derrota de hoje.

Se no quadro masculino houve lugar a surpresas, no feminino a normalidade prevaleceu, com Serena Williams a sofrer, mas a vencer Svetlana Kuznetsova em três “sets”, por 6-1, 3-6 e 6-3.

A norte-americana, que procura um segundo título em Paris depois do de 2002, vai encontrar nas meias-finais a italiana Sara Errani, finalista no ano passado.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.