A tenista da Estónia Kaia Kanepi causou a maior surpresa do arranque do US Open em ténis, último 'Grand Slam' da temporada, ao eliminar a número um mundial, a romena Simona Halep.

Aos 33 anos, a 44.ª do 'ranking' mundial bateu Halep pelos parciais de 6-2 e 6-4, em pouco mais de uma hora de encontro, num renovado Louis Armstrong Stadium, onde se fez história, já que, pela primeira vez na 'Era Open', a primeira cabeça de série perde na ronda inaugural do US Open.

Kaia Kanepi, quartofinalista do US Open em 2010 e 2015, já derrubado uma líder da hierarquia mundial em 2011, ano em que bateu a dinamarquesa Caroline Wozniacki. A próxima adversária da campeã do Estoril Open de 2012 será a suíça Jil Teichmann.

Entre os masculinos, destaque para o embate que abriu a edição deste ano do US Open no Arthur Ashe Stadium, o maior estádio de ténis do mundo, com capacidade para 23.711 espetadores, entre o suíço Stan Wawrinka e o búlgaro Grigor Dimitrov.

À semelhança do sucedido na primeira ronda de Wimbledon, o suíço e 101.º ATP levou a melhor sobre o búlgaro oitavo pré-designado e apurou-se para a segunda jornada com os parciais de 6-3, 6-2 e 7-5, em 2:30 horas. No confronto direto recuperou da desvantagem e igualou as quatro vitórias de Dimitrov de 27 anos.

Tal como Wawrinka, o antigo número um mundial Andy Murray está, aos 31 anos, a regressar à competição, após uma cirurgia à anca direita no último mês de janeiro, e passou com algumas dificuldades na estreia em Flushing Meadows, onde ganhou o primeiro 'Grand Slam' da carreira em 2012, antes de Wimbledon em 2013 e 2016.

O britânico, atualmente na 382.ª posição da hierarquia mundial, derrotou o australiano James Duckworth em quatro sets, por 6-7 (5/7), 6-3, 7-5 e 6-3.

Na competição feminina, além de Simona Halep, mais nenhuma das cabeças de série comprometeu o teórico favoritismo, numa ronda com destaque para o duelo entre duas veteranas, a norte-americana Venus Williams e a russa Svetalana Kuznetsova.

O encontro não defraudou as expectativas do público do Arthur Ashe Stadium e Williams, bicampeã do US Open (2000 e 2001), 'enviou para casa' a russa, vencedora de dois títulos do Grand Slam (US Open em 2004 e Roland Garros em 2009) pelos parciais de 6-3, 5-7 e 6-3.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.