Mais um fim de semana com muitos golos portugueses em ação nos principais campeonatos europeus. Os jogadores lusos continuam a espalhar classe lá fora, numa altura de grandes decisões nas grandes ligas de futebol. Em Espanha e França ainda não há campeão, em Inglaterra e Itália está acesa luta pelos lugares de Champions.

Houve quem tivesse levantado a Taça e quem tenha perdido o campeonato por um golo.

Itália: lusos de pé quente

Cristiano Ronaldo voltou a marcar e ajudou a Juventus a manter-se na corrida aos lugares de acesso à Champions da próxima época. A Vecchia Signora venceu o já campeão Inter por 3-2, com um tento de CR7, na carga a um penalti que o mesmo falhou. Os homens de Pirlo são 5.º na tabela com 75 pontos, menos um que o Nápoles, 4.º colocado, quando falta uma jornada para o fim.

Também Bruno Alves marcou um grande golo na derrota do já despromovido Parma ante o Sassuolo por 3-1.

O AC Milan, com Rafael Leão durante toda a segunda parte e Diogo Dalot a partir dos 63 minutos, empatou 0-0 com o Cagliari e adiou para a última a decisão sobre o apuramento para a Champions. Os milaneses somam os mesmos 76 pontos do Nápoles, menos dois que a Atalanta, que já garantiu a Champions. Ainda em Itália, Paulo Fonseca despediu-se dos jogos caseiros na Roma com uma vitória por 2-0 sobre o rival Lazio, no dérbi da cidade.

Espanha: golos e assistências lusas e algumas desilusões

Em Espanha tudo se vai decidir na última ronda, depois das vitórias de Atlético Madrid e Real Madrid, na penúltima jornada.

O Atlético Madrid teve de suar para levar de vencida o Osasuna em casa, num jogo onde os colchoneros estiveram a perder até aos 82 minutos, altura em que João Félix assistiu o lateral Renan Lodi para o empate 1-1 com um passe fantástico. Luís Suárez fez, aos 88, o tento da vitória que mantém a equipa de Simeone na liderança com 83 pontos, mais dois que o Real Madrid, a uma ronda do final.

O Barcelona continua em queda e somou o terceiro jogo seguido sem vencer. Com Francisco Trincão a entrar aos 70 minutos no lugar de Dembelé, os catalães perderam na receção ao Celta de Vigo por 1-2 e podem terminar no 4.º posto, se perderem na última ronda e o Sevilha vencer.

Em destaque esteve Gonçalo Guedes, autor de dois golos na goleada do Valência ao Eibar por 4-0. William Carvalho não saiu do banco na vitória do Bétis sobre o Huesca. O Granada, com Domingos Duarte no onze, foi derrotado pelo Alavés por 4-2.

Inglaterra: taça para Ricardo Pereira

Em Inglaterra houve um português a levantar um troféu neste fim de semana. O lateral Ricardo Pereira não saiu do banco mas viu o seu Leicester derrotar o Chelsea por 1-0 e assim vencer a Taça de Inglaterra.

No jogo da Premier League com mais portugueses em campo, o Wolverhampton, de Nuno Espírito Santo perdeu com o Tottenham por 2-0. Nos Wolves, Rui Patrício, Nélson Semedo, João Moutinho, Vitinha e Fábio Silva foram titulares, Rúben Neves entrou no segundo tempo. Os Spurs, já sem Mourinho, estão no 6.º lugar, o último que dá acesso à Liga Europa, com os mesmos pontos do Aston Villa, um lugar abaixo, quando faltam duas rondas para o final da prova.

Num dos jogos mais dramáticos da ronda, o Liverpool venceu o já despromovido West Bromwich Albion por 2-1, com o golo da vitória a ser apontado pelo guarda-redes Alisson, aos 95 minutos, num golpe de cabeça. Os Reds são 5.º com 63 pontos, menos um que o Chelsea, 4.º e último emblema em zona de Champions. Diogo Jota, lesionado, não foi opção para Klopp.

Ainda em Inglaterra, o já campeão City venceu o Newcastle por 4-3, com João Cancelo a fazer uma assistência para um  dos três golos de Ferrán Torres. Bernardo Silva também foi titular, Rúben Dias foi poupado por Guardiola.

O Everton, com André Gomes a entrar no segundo tempo e o guardião João Virgínia a não sair do banco, perdeu com o último e já despromovido Sheffield United e complicou as contas de acesso à Europa.

Alemanha: André Silva bate recorde

Na Alemanha são os lugares de fuga à despromoção que vão animando as últimas rondas, após o Bayern Munique ter assegurado o título. As contas da Champions ficaram concluídas na penúltima jornada da prova, onde o grande derrotado foi o Eintracht Frankfurt.

A equipa de André Silva perdeu com o já despromovido Schalke 04 (Gonçalo Paciência entrou no segundo tempo frente a sua antiga equipa) e disse adeus à Liga dos Campeões. Apesar da derrota por 4-3, André Silva bisou e passou a ser o melhor marcador do Eintracht numa edição da Bundesliga, com os 27 golos já marcados.

A luta pelos lugares de Champions ficou fechada: Raphael Guerreiro marcou na vitória do Dortmund sobre o Mainz, colocando a equipa no 3.º posto com os mesmos 61 pontos do Wolfsburgo, que caiu um lugar, após o empate com o RB Leipzig. Dortmund, Leizpig e Wolfsburgo acompanham o Bayern Munique na Champions na próxima época, o Eintracht Frankfurt e o Bayer Leverkusen vão para a Liga Europa.

França: tudo adiado para a última ronda

O Lille está numa excelente posição para se sagrar campeão francês. Na penúltima jornada da Ligue 1, 'Les Dogues' empataram 0-0 na receção ao Saint-Etienne e agora só tem um ponto de vantagem sobre o Paris Saint-Germain. José Fonte foi titular, Renato Sanches e Xeca entraram aos 62 minutos.

O PSG, com Danilo Pereira titular, goleou o Reims por 4-0 e ainda espera por um deslize do Lille na última ronda para ser campeão. Também o Mónaco poderá ser campeão, depois de vencer o Reims por 2-1, com Gelson Martins a titular. Os monegascos têm de vencer o seu jogo e esperar pelas derrotas de PSG e Lille.

O Lyon, com Anthony Lopes na baliza, goleou o Nimes por 5-2 e espera por uma derrota do Mónaco no último jogo para chegar ao 3.º posto (dá acesso às eliminatórias da Champions), se vencer o seu.

Brasil: mais uma final para Abel Ferreira

No Brasil, o Palmeiras, treinado por Abel Ferreira, venceu o Corinthians por 2-0 e vai defrontar o São Paulo na final do campeonato Paulista. Esta será a quinta final de Abel Ferreira ao serviço do Palmeiras, clube em que venceu a Taça Libertadores e a Taça do Brasil, e pelo qual perdeu, já este ano, a Supertaça sul-americana e a Supertaça brasileira. A final do ‘Paulistão’, a duas mãos, disputa-se na quinta-feira, em casa do Palmeiras, e no domingo, no estádio do São Paulo.

Uma palavra ainda para Gedson Fernandes que viu o seu Galatasaray perder o campeonato turco por um golo. O 'Gala' venceu o Yeni Malatyaspor por 3-1 na última ronda, o Besiktas ganhou por 2-1 o Goztepe e terminou o campeonato com os mesmos 84 pontos do Galatasaray mas com uma melhor diferença de golos: + 45, contra + 44 do rival. Um golo a fazer toda a diferença sagrar o Besiktas campeão da Liga Turca.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.