O presidente da UEFA, Michel Platini, foi convocado pelo Tribunal do Catão de Vaud, na Suiça, para depor frente a um juiz no caso da exclusão do FC Sion da Liga Europa de futebol, anunciou hoje o clube helvético.

«Eles terão de comparecer pessoalmente e não podem apenas enviar seus advogados. Se aparecerem, a polícia terá que ir atrás deles», afirmou o advogado do FC Sion, Nicals Pillet, ao site do clube, referindo-se também ao secretário-geral da UEFA, Gianni Infantino.

O organismo que rege o futebol europeu decidiu afastar o FC Sion da Liga Europa, alegadamente por ter utilizado jogadores que não estavam inscritos no “playoff”, e manteve essa decisão mesmo após o Tribunal do Catão de Vaud, zona onde está sediada a UEFA, ter dado razão ao clube helvético.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.