A Federação Inglesa de Futebol (FA) autorizou o prolongamento do prazo para Bernardo Silva responder à acusação de racismo devido a uma brincadeira nas redes sociais com o seu companheiro de equipa Benjamin Mendy.

O internacional português tinha até esta quarta-feira para apresentar a sua defesa, mas o prazo foi estendido e pode agora fazê-lo até ao próximo dia 21.

Em causa está um ‘tweet' publicado por Bernardo Silva com a imagem em criança de Benjamin Mendy, colega de equipa e amigo desde os tempos em que ambos jogavam no Mónaco, acompanhado da ilustração do boneco característico da marca de chocolates Conguitos, com a pergunta "adivinhem quem é?".

A FA alega que este comentário constitui uma violação agravada dos seus códigos de conduta, por "incluir referência, expressa ou implícita, à raça e/ou cor e/ou origem étnica".

Nesse sentido, o internacional português pode enfrentar uma suspensão até seis jogos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.