O novo técnico só sabe ganhar em casa e, com este resultado, a "Briosa" sobe ao 11.º lugar, com 13 pontos, 'ex-aequo' com o Vitória de Guimarães, que ainda não jogou nesta jornada, enquanto a equipa de Matosinhos, sem vencer há seis jornadas, cai perigosamente nos lugares do fundo da tabela, com dez pontos.

Numa jornada em que os seus adversários directos (Olhanense e Setúbal) tinham compromissos com dois "grandes" (Benfica e FC Porto), era uma boa oportunidade para ganhar distância e a Académica aproveitou, embora o Olhanense tenha empatado com o Benfica (2-2), que na ronda anterior goleou os "estudantes".

A partida iniciou-se com um golo madrugador, aos 09 minutos, de Emídio Rafael, a estrear-se a marcar no campeonato. Ao ser servido por Nuno Coelho, o lateral esquerdo rematou, cruzado, com força, para a baliza de Diego.

A equipa adversária reagiu logo a seguir, com Seabra a rematar à trave da baliza de Rui Nereu, na conversão de um livre directo frontal.

À passagem do minuto 20, a equipa de Matosinhos sofreu um forte revés, ao perder um dos seus avançados, Jean Sony, que foi expulso, por acumulação de cartões amarelos.

O jogo perdeu qualidade, tornou-se mais quezilento, conforme atestam os cartões amarelos exibidos pelo árbitro Luís Reforço. Até ao intervalo, poucos lances de perigo aconteceram para ambos os lados.

Na segunda metade, sinal mais para a equipa da casa, que poderia ter ampliado logo o resultado, não fosse o árbitro ter assinalado fora de jogo a Sougou, quando se isolava frente a Diego, vindo de trás de um defesa.

Logo a seguir, o senegalês, melhor marcador da Académica, com cinco golos, obrigou o guardião forasteiro a uma defesa para canto num remate violento, após boa assistência de Éder.

A equipa da casa ainda reclamou uma grande penalidade à passagem da hora de jogo, por pretenso corte com a mão de um defesa contrário, mas o árbitro apenas assinalou canto.

Apesar disso, os homens da casa não paravam de pressionar e o golo tranquilizador acabou por surgir, aos 75 minutos, numa jogada de insistência de Lito, que à segunda consegue desfeitear Diego.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.