O médio do Sporting comentou o facto de ter partilhado a titularidade do meio-campo na seleção nacional com outros companheiros leoninos, mas fez questão de frisar que a conquista do Campeonato da Europa em França foi alcançada por 23 jogadores.

"Na Seleção não existe clubistas. Houve sim um grupo de 23 jogadores que lutou pelo seu lugar, que trabalhou em prol do grupo e isso foi fundamental. Não houve individualismo e isso mostrou-se com o apoio dos que estavam no banco àqueles que estavam em campo", afirmou Adrien Silva à Sporting TV.

"Consegui afirmar-me em jogos importantes na minha primeira competição internacional", acrescentou o médio leonino sobre as sua contribuição para a conquista do Campeonato da Europa.

"Dá uma confiança acrescida, uma vontade de fazer ainda mais e melhor, e mais responsabilidade individual. Agora é descansar cortar radicalmente e voltar cheio de energia para representar o Sporting da melhor forma", sentenciou Adrien.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.