Com as eleições para a presidência do Benfica, agendadas para 30 de outubro, cada vez mais próximas, os candidatos multiplicam-se em ações de campanha. Este domingo, Luís Filipe Vieira realizou mais uma, na casa do Benfica de Abrantes, onde uma vez mais aproveitou para responder a algumas das críticas que lhes têm sido dirigidas pelos adversários na corrida ao ato eleitoral, que o acusam de não apostar na formação.

"É mentira que deixámos de apostar na formação. Há alturas na vida em que temos de mudar alguma coisa e há jovens que hoje não conseguem estar no nosso plantel e que foram emprestados a diversos clubes por essa Europa fora. Só quem não estiver atento é que não vê o trabalho que está a ser feito. O objetivo não é desmobilizar nada, o Seixal é prioritário para nós, que fique bem claro. Temos um ponta-de-lança, o Gonçalo Ramos que está na equipa principal e assim vai ser a nossa caminhada. Mas o mais importante, com um sem jogadores da formação, é ganhar. Não vamos fugir ao ADN do Benfica", frisou Vieira.

O líder máximo das 'águias', candidato a um sexto mandato no trono da Luz, enviou ainda mais farpas aos oponentes. "Não iremos fazer uma campanha a criticar quem quer que seja. Se os outros candidatos têm alguma coisa diferenciadora daquilo que temos vindo a fazer para apresentar aos sócios, é bom para vocês refletirem. Mas do que tenho estado a ver, ninguém apresenta projetos novos, diz nada de novo. Criticam por criticar. É a equipa de futebol, a saída do Tiago Dantas, a entrada do treinador. Não há nada de novo. Queremos sempre ganhar, mas nem é sempre é possível. Ainda assim, ganhámos mais vezes do que perdemo", lembrou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.