O FC Porto entrou da melhor forma na I Liga, com uma vitória tranquila sobre o Belenenses SAD, que acaba por ser escassa perante o domínio da equipa de Sérgio Conceição. Toni Martínez e Luis Díaz foram os homens do golo, João Mário esteve em grande plano, confirmando as indicações dadas durante a pré-época, e Pepe fez história ao tornar-se, com 38 anos, cinco meses e 11 dias, no mais velho jogador a representar os azuis e brancos.

Sérgio Conceição apostou em Bruno Costa, jogador contratado ao Paços de Ferreira neste defeso, para fazer dupla no meio-campo com Sérgio Oliveira, e Diogo Costa deixou Marchesín (que chegou mais tarde aos trabalhos de pré-época) no banco de suplentes. Mais de 15 mil adeptos nas bancadas puxavam pela equipa portista, que entrou a todo o gás, como lhe é característico.

Depois de várias oportunidades desperdiçadas e um susto - Ndour falhou à boca da baliza -, o 1-0 acabaria por surgir com naturalidade: Otávio picou a bola e Sérgio Oliveira confundiu as marcações dos defesas contrários, deixando Toni Martínez em posição privilegiada para o golpe final - nono golo do avançado espanhol com a camisola dos 'dragões'.

O FC Porto baixou o ritmo a caminho do intervalo, mas o Belenenses SAD, que jogou no Dragão com muitos elementos de características defensivas, mantinha-se inofensivo na frente.

A segunda parte começou com uma grande penalidade assinalada a favor do FC Porto, decisão revertida com o auxílio do VAR - Gustavo Correia ainda mostrou o amarelo a Luis Díaz por simulação. Os adeptos protestaram, mas o momento foi rapidamente apagado pelo segundo golo: João Mário conduziu a bola pela direita, tirou um adversário da frente e meteu ao segundo poste, para o cabeceamento certeiro de Luis Díaz (65').

O triunfo dos 'azuis e brancos' até podia ter sido por números mais expressivos, sendo que o Belenenses SAD praticamente só incomodou nos últimos minutos, destacando-se uma defesa vistosa de Diogo Costa a remate de Afonso Sousa. Missão cumprida no reencontro com os adeptos no Dragão.

O momento

Toni Martínez faz o 1-0: O FC Porto entrou de olhos postos no golo, que acabou por surgir aos 19 minutos, num dos melhores lances da partida. Otávio picou a bola por cima dos adversários, Sérgio Oliveira foi brilhante na simulação e Toni Martínez disparou de pé esquerdo para o fundo das redes.

O melhor

João Mário: Adaptado a lateral direito, o jogador de 21 anos brilhou na jogada que levou ao 2-0 e criou vários desequilíbrios na frente. É, sem dúvida, um dos nomes a ter em atenção para a nova temporada.

O pior

Belenenses SAD: Não obstante o facto de estar a atravessar uma reestruturação profunda, o conjunto de Petit nunca mostrou argumentos para travar o poderio do FC Porto e foi quase sempre inofensivo no ataque.

Reações

Conceição saúda regresso do público: "Fechando os olhos, parecia que o Dragão estava cheio"

Petit e a aposta em muitos jovens: "Têm de crescer com estas dores, mas têm de crescer depressa"

Pepe bate mais um recorde como jogador do FC Porto: "Estar a jogar neste nível é muito gratificante"

Cassierra: "Não conseguimos marcar na oportunidade que tivemos"

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.