O presidente do Mafra, clube que garantiu a subida à II liga de futebol, afirmou hoje à agência Lusa ter ficado "muito triste" com a saída de António Pereira do comando técnico dos mafrenses.

"Fui apanhado de surpresa com esta decisão. Nós queríamos manter o António Pereira, foi uma decisão dele, mas queríamos que ele continuasse, temos uma divida de gratidão que nunca iremos esquecer na nossa história. Fiquei muito triste com essa decisão", afirmou o dirigente.

Contactado pela Lusa, António Pereira, que assumiu em março o comando do Mafra após a saída de Jorge Simão para o Belenenses e que garantiu a subida do clube à II liga, confirmou a sua saída, não adiantando mais qualquer tipo de esclarecimento quanto à decisão.

O Mafra vai defrontar o Famalicão, o outro clube que subiu ao segundo escalão do futebol português, para apurar o campeão nacional do Campeonato Nacional de Séniores, e até esse encontro o comando técnico dos vencedores da zona sul estará a cargo dos adjuntos José Mauro, Nuno Santos e Chiquinho Carlos.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.