O líder Paços de Ferreira e o Estoril Praia empataram, este domingo, 1-1, no jogo 'grande' da 26.ª jornada da II Liga de futebol, num resultado que serviu menos os interesses dos estorilistas, na corrida pelo segundo lugar.

Gorré adiantou o Estoril, aos 35 minutos, com um remate em jeito e colocado à entrada da área, mas o Paços chegou à merecida igualdade no segundo tempo, aos 74 minutos, por Rafael Barbosa, um dos melhores em campo.

Com este empate, o Paços passou a somar 59 pontos, mantendo uma liderança confortável, com 11 pontos de vantagem para o Famalicão, segundo, e que ainda hoje joga na Covilhã, enquanto o Estoril Praia caiu para o quarto lugar, com 45, por troca com a Académica, no terceiro posto, com 46.

O Estoril jogava uma cartada decisiva e entrou atrevido, a jogar no campo todo e com os olhos na baliza contrária, conseguindo dividir as iniciativas, os ataques e a posse de bola com o tranquilo líder, numa primeira parte de grande qualidade, ao nível da I Liga.

Filipe Soares criou a primeira situação de golo, aos 21 minutos, beneficiando de um passe errado de Marco Baixinho, à saída da área pacense, para proporcionar uma grande defesa a Ricardo Ribeiro.

Os anfitriões quase festejavam, aos 27, mas a tentativa de Rafael Barbosa foi negada por Thierry Correia, aproveitando o Estoril Praia para inaugurar o marcador, com um remate colocado de Gorré, aos 35, da entrada da área.

Na segunda parte, os pacenses instalaram-se na frente, logrando chegar ao merecido empate aos 74 minutos, por Rafael Barbosa, a imitar o tento de Gorré, com a diferença de o remate ter saído rasteiro.

O Paços cresceu com o golo e até ao final ficou sempre mais perto do segundo tento do que o Estoril, nesta fase mais preocupado em não perder.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.