O que se passou ontem em Braga?
O Sporting conquistou hoje pela primeira vez a Taça da Liga de futebol, ao derrotar nas grandes penalidades o Vitória de Setúbal por 4-3, após 1-1 no tempo regulamentar, em final disputada em Braga.

Dez anos depois, Sporting ‘vinga-se’ e conquista a Taça da Liga pela primeira vez
Dez anos depois, Sporting ‘vinga-se’ e conquista a Taça da Liga pela primeira vez
Ver artigo

À terceira final, e também decidida por grandes penalidades, depois de ter perdido nas duas primeiras edições para os sadinos e para o Benfica, o Sporting conquista o troféu, tendo William Carvalho anotado o pontapé decisivo, depois de Podstawski ter sido o único jogador a falhar a sua grande penalidade.

A equipa sadina, que venceu a primeira edição do troféu frente aos 'leões' nas grandes penalidades, entrou melhor no encontro e adiantou-se logo aos quatro minutos, através de Gonçalo Paciência, tendo o Sporting igualado aos 80, pelo holandês Bas Dost, na conversão de uma grande penalidade.

A polémica: A mão de Podstawski
Aos 75 minutos, o guarda-redes sadino evitou por três vezes o golo do Sporting, mas os Leões ficaram a pedir penálti por mão de Podstawski, que ajudou Trigueira na última defesa. O árbitro Rui Costa pediu auxílio do vídeo-árbitro mas, ainda assim, decidiu ele mesmo visionar as imagens, acabando por assinalar grande penalidade favorável ao Sporting. Bas Dost converteu com sucesso num remate em que a bola foi para um lado e o guarda-redes para o outro.

Gonçalo Paciência: "Merecíamos ter ganho este troféu"
Gonçalo Paciência: "Merecíamos ter ganho este troféu"
Ver artigo

Figura do jogo: Gonçalo Paciência, obviamente
Foi eleito o Homem do Jogo desta final e concordamos que esta escolha nos parece óbvia. O jogador do FC Porto, emprestado aos sadinos, espalhou classe desde o minuto um no relvado do Estádio Municipal de Braga. Paciência controla o tempo de posse de bola com mestria, sabendo o momento exato em que ela tem de sair dos seus pés - ou calcanhares - seja para fintar o adversário ou para passar aos colegas. O Vitória de Setúbal continua a voar nas asas deste avançado de 23 anos.

Momento-chave: Um golo logo aos quatro minutos
Numa primeira parte em que o Vitória de Setúbal dominou, aos quatro minutos, depois de um primeiro corte de Fábio Coentrão, Coates não atacou a bola e Paciência ganhou no corpo a corpo, com o avançado português a rodopiar e a atirar rasteiro para o fundo da baliza de Rui Patrício, inaugurando o marcador.

"O Sporting mostrou que é um grande clube em Portugal"
Jorge Jesus afirmou que o Sporting mostrou que é um grande clube em Portugal, reiterando que foi por momentos como estes que ingressou no Sporting quando deixou o Benfica. Sobre o encontro, Jorge Jesus admite que a primeira parte não correu bem e que teve de fazer ajustes no arranque dos segundos 45 minutos. As decisões que tomou são uma das questões que fazem da profissão de treinador complicado, segundo Jorge Jesus.

Já Couceiro afirmou que a sua equipa conseguiu surpreender o Sporting e que sai de Braga triste porque o Vitória de Setúbal queria vencer o encontro. O treinador afirmou ainda que os seus jogadores surpreenderam muitos que não sabiam que havia tanta qualidade no Vitória de Setúbal.

Sporting é o 11º vencedor da Taça da Liga
O Benfica continua a ser a equipa com mais taças da Liga conquistadas, sete, enquanto Jorge Jesus é o técnico mais galardoado, com seis troféus, cinco pelos 'encarnados' e um pelo Sporting.

Veja o resumo em vídeo

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.