Com o fim de semana já passado, é altura para recordar como foram os últimos dias para jogadores e treinadores portugueses que militam nos clubes das cinco principais ligas europeias.

Desde estreias a marcar, a jogos grandes, passando pelas vitórias dos técnicos lusos, recorde como foi o fim de semana que passou.

Espanha

Na sexta-feira, Gonçalo Guedes esteve em destaque ao serviço do Valência, tendo assinado o golo da vitória 'che' frente ao Villarreal, quando já passavam dois minutos dos noventa, após assistência de Christian Oliva.

No dia seguinte, o Barcelona venceu em casa do Osasuna por 2-0, num jogo em que Trincão não saiu do banco, e ficou à espera de ver o que faziam Real Madrid e Atlético de Madrid, no dérbi da capital espanhola.

Com João Félix a começar no banco, blancos e colchoneros não foram além de um empate, com a equipa de Simeone a deixar escapar a vitória nos últimos minutos.

Luis Suárez, aos 15 minutos assinou o primeiro da partida, dando uma vantagem ao Atlético que durou até aos minutos finais. Com João Félix já em campo (entrou aos 64' para o lugar de Carrasco), Benzema marcou o golo do empate aos 88', sentenciando uma divisão de pontos entre os dois emblemas.

Rui Silva defendeu o quarto penálti esta época, mas não conseguiu evitar a derrota do Granada frente ao Athletic Bilbao. O guarda-redes português impediu que o Bilbao alargasse a vantagem para dois golos, ao defender o remate de Escudero aos 71'. O Granada empatou a partida aos 78 minutos, por Vidal, mas viu a equipa da casa chegar ao golo da vitória aos 90+1' por Berenguer.

Também o Levante, com Rúben Vezo a começar de início, foi derrotado na visita à Real Sociedad. Mikel Merino, aos 10', fez o único golo da partida.

Inglaterra

Foi fim de semana de jogo grande em Inglaterra, com o Manchester United a levar a melhor no dérbi de Manchester frente ao City e a vencer por 2-0, com golos de Bruno Fernandes e Luke Shaw, colocando um ponto final na série de 21 vitórias consecutivas dos 'citizens'.

Ainda assim, a equipa de Pep Guardiola, que contou com João Cancelo e Rúben Dias a titulares, segue com onze pontos de vantagem na liderança da Premier League face aos 'red devils'.

Nem com Diogo Jota a titular, o Liverpool conseguiu impedir uma nova derrota em Anfield, desta vez frente ao Fulham, por 1-0 no último domingo. Melhor sorte teve José Mourinho e o seu Tottenham, que, no mesmo dia, bateu o Crystal Palace por 4-1, com 'bis' de Bale e Kane.

O Wolverhampton, na sexta-feira, foi a casa do Aston Villa empatar a zeros, com Nuno Espírito Santo a apostar em cinco portugueses no onze inicial (Rui Patrício, Nélson Semedo, João Moutinho, Rúben Neves e Pedro Neto).

No mesmo dia, o Leicester visitou o Brighton e voltou a casa com uma vitória por 2-1, num jogo em que Ricardo Pereira foi titular na equipa dos 'Foxes'.

Itália

A Lazio assustou, mas a Juventus acabou por levar a melhor (3-1) em Turim. Com Cristiano Ronaldo a começar no banco, já a pensar no jogo frente ao FC Porto para a Liga dos Campeões, a 'vecchia signora' viu-se a perder aos 14 minutos, com golo de Correa.

A 'Juve' respondeu por Adrien Rabiot, aos 39 minutos, chegando ao empate antes do intervalo. O segundo tempo trouxe a reviravolta da equipa de Turim, com Morata a surgir em grande destaque para bisar na partida aos 57 e 60 minutos de jogo. Ronaldo entrou aos 69', mas não fez o gosto ao pé.

Também a Roma, de Paulo Fonseca, venceu em casa, graças a um golo de Gianluca Mancini, aos 24 minutos, contra o Génova. O resultado permitiu que os romanos alcançassem os 50 pontos na Série A.

Diogo Dalot estreou-se a marcar na Serie A, ao fazer o segundo golo do AC Milan na visita ao Verona. Depois do golo de Krunic, aos 27 minutos, o defesa português fechou as contas com um golo aos 50 minutos contra a equipa do compatriota Miguel Veloso que foi titular.

Bruno Alves ficou no banco no empate do Parma contra a Fiorentina por 3-3, enquanto Pedro Pereira foi titular na vitória do Crotone frente ao Torino por 4-2.

França

Fim de semana de Taça de França em terras gaulesas, com o PSG a carimbar o passaporte para os oitavos de final depois de bater o Brest por 3-0 com golos de Mbappé e Sarabia, num jogo em que Danilo Pereira foi titular nos parisienses.

A surpresa chegou pelos amadores do Canet Roussilon, do quarto escalão, que eliminaram o Marselha da Taça. A antiga equipa liderada por André Villas-Boas perdeu por 2-1 e ficou de fora da competição.

Já o Lille, com Xaka e Tiago Djaló a titulares, eliminou Gazeléc Ajaccio, do quarto escalão, por 3-1. Djaló fez o segundo golo da equipa, que poupou José Fonte e contou com Renato Sanches em jogo a partir dos 62 minutos.

Alemanha

Foi fim de semana de 'Der Klassiker' em terras bávaras, com o Bayern de Munique a levar a melhor sobre o Borussia Dortmund por 4-2, com um 'hat-trick' do inevitável Lewandowski.

A equipa aurinegra, que não contou com Raphael Guerreiro por lesão, ainda esteve a vencer por 2-0, com 'bis' de Haaland, mas viu os bávaros levarem a melhor.

André Silva foi titular, mas ficou em branco no empate do Eintracht Frankfurt a uma bola frente ao Estugarda. Ainda assim, a equipa do avançado português segue em zona de Champions, ocupando o quarto lugar da Bundesliga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.