É um dos 'underdogs' dos quartos de final. O Lyon, que acabou por fazer um campeonato dececionante em França, terminou na sétima posição, espantou o mundo do futebol ao eliminar a toda poderosa Juventus de Cristiano Ronaldo e Dybala nos oitavos de final da prova.

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

Desta feita, a equipa orientada por Rudi Garcia tem pela frente 'apenas' o Manchester de City de Pep Guardiola, equipa considerada pelas casas de apostas como a equipa preferida a vencer a final da Liga dos Campeões que terá lugar no dia 23 de agosto no estádio da Luz. Trata-se da segunda equipa francesa nesta fase da prova para além do PSG.

Veremos então de que forma o Lyon obteve o seu bilhete para a 'final 8' na capital portuguesa.

Num grupo complicado (G) em que moravam emblemas como o Benfica, Zenit e Leipzig, os franceses iniciaram a fase de grupos com um empate logo na primeira jornada. O adversário foram os russos do Zenit, com o português Anthony Lopes a ser, como tem sido habitual, a muralha na baliza na equipa francesa.

Foi neste jogo que foi marcado precisamente o primeiro golo desta edição da liga milionária, da autoria do iraniano Sardar Azmoun (ao minuto 41´). Memphis Depay acabou por empatar o encontro à passagem do minuto 50´.

Na jornada seguinte, os franceses deslocaram-se à Alemanha para defrontarem o RB Leipzig. O jogo acabou por resultar numa vitória saborosa para os comandados por Rudi Garcia. Depay voltou a fazer o gosto ao pé, aos 11 minutos, aproveitando um erro defensivo dos da casa. O 2-0 chegou ao minuto 65´, da autoria de Martin Terrier.

Terceira jornada da prova e duelo marcado para o estádio da Luz, palco que será precisamente o da final da edição deste ano da Liga dos Campeões. Nesse encontro, os encarnados acabaram por ser mais fortes, vencendo por 2-1, com golos Rafa e Pizzi. O golo chegou logo à passagem do minuto 4´, num tento de Rafa. Depay reestabeleceu a igualdade ao minuto 79´ e fez gelar a Luz. Contudo, três minutos volvidos, os encarnados voltaram de novo à vantagem, num tento de Pizzi (82´).

Benfica 2-1 Lyon: Pizzi (com ajuda de outro português) dá a primeira vitória aos encarnados
Benfica 2-1 Lyon: Pizzi (com ajuda de outro português) dá a primeira vitória aos encarnados
Ver artigo

Em novo duelo entre franceses e portugueses na jornada seguinte no Groupama Stadium, desta vez foi o Lyon que devolveu com juros a derrota na Luz. Os encarnados perderam por 3-1 e colocaram em causa a passagem à próxima fase da Champions. Joachim Andersen, aos quatro minutos, Memphis Depay, que já havia faturado nas três primeiras rondas, aos 33', e Bertrand Traoré, aos 89', apontaram os tentos dos franceses. Seferovic fez o tento de honra do Benfica ao minuto 76.

Com um  percurso de alguns altos e baixos, na quinta jornada do grupo G, o Lyon voltaria a ser derrotado desta feita na deslocação à Rússia. Derrota por 2-0 frente ao Zenit, depois dos golos de Dzyuba (42´) e Magomed Ozdoev (85´).

O Olympique tinha assim a última jornada para se tentar apurar para os oitavos de final da Champions. Os franceses acabaram por assegurar o segundo lugar do grupo, depois do empate frente ao já apurado Leipzig (2-2). Os gauleses estiveram a perder por 2-0 depois dos golos de Emil Forsberg e Timo Werner. Contudo, a resposta veio no segundo tempo. Houssem Aouar reduziu à passagem do minuto 50´. O empate haveria de surgiu ao minuto 82´, num tento da autoria de Memphis Depay.

Contas feitas, o Leipzig apurava-se em primeiro lugar com 11 pontos, seguido do Lyon com oito. Em terceiro e quarto lugar ficaram o Benfica e o Zenit com sete pontos, respetivamente.

O triunfo e a surpresa frente à toda poderosa Juve

Nos oitavos de final, esperava-os a toda poderosa Juventus de Cristiano Ronaldo. Num encontro em que a 'vecchia signora' acabou por ficar em branco, acabou por ser o Lyon a vencer pela margem mínima. Este resultado que acabou por ser absolutamente decisivo para a qualificação do Lyon para os quartos de final. Tousart fez o único golo da partida à passagem do minuto 31´.

Na partida da segunda mão, um bis de Cristiano Ronaldo não chegou para a qualificação da 'vecchia signora' que nunca tinha sido eliminada da prova por uma equipa francesa. Memphis Depay inaugurou o marcador à passagem do minuto 10´ e colocava os franceses mais próximos da qualificação. Contudo, a Juventus conseguiu dar a volta ao marcador com um bis de Cristiano Ronaldo. Com mais bola e atrás do prejuízo, a 'vecchia signora' foi superior. Depois do 2-1 de CR7, nos minutos finais, Juventus arrancava para a ofensiva final que acabou por não ser suficiente para o terceiro tento que daria a qualificação.

'Bis' de Ronaldo não chega e Lyon afasta Juventus dos 'quartos' da Champions
'Bis' de Ronaldo não chega e Lyon afasta Juventus dos 'quartos' da Champions
Ver artigo

Agora o duelo nos quartos de final é frente ao Manchester City de Guardiola, Cancelo e Bernardo Silva. Jean-Michel Aulas, presidente dos franceses, já admitiu que a equipa tem apenas 'uma chance num milhão' de vencer a prova milionária. Contudo, como se costuma dizer no futebol não há impossível.

Pode seguir o encontro que tem lugar no próximo sábado no SAPO Desporto.

Especial Liga dos Campeões: Acompanhe todas as decisões com o SAPO Desporto! 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.