01h05: É oficial: Bruno de Carvalho destituído da presidência do Sporting com mais de 70 por cento dos votos

00h18: Nesta altura procede-se a recontagem dos votos, antes do anúncio oficial dos resultados

23h50: Terminou a contagem dos votos na Assembleia-geral do Sporting. Vários órgãos de comunicação social avançam que ganhou o 'Sim', ou seja,  os sócios votaram pela destituição da direção liderada por Bruno de Carvalho.

23h10: Vários grupos de apoiantes a favor de Bruno de Carvalho, presidente suspenso, estão em Alvalade, onde preparam-se para dirigir à Altice Arena. A informação está a ser avançada por vários jornais online.

22h30: O jornal 'Record', avança que a tendência dos votos vai no sentido da destituição da atual direção do Sporting, liderada por Bruno de Carvalho.

20h47: Vai começar a contagem dos votos, à frente de todos os presentes no Altice Arena. Estima-se que sejam mais de 15 mil sócios.

20H45: As urnas estão a ser 'guardadas' por dez elementos da PSP.

20H40: A PSP reforçou a sua presença no interior do Altice Arena, numa altura em que se vai começar a contar os votos.

20h25: Álvaro Sobrinho votou, tal como Jaime Marta Soares, o último a exercer o seu direito de voto.

20h10: Jaime Marta Soares anuncia o fecho das urnas. O presidente demissionário da Mesa da Assembleia-geral abriu uma exceção e vai permitir que Bruno de Carvalho exerça o seu direito de voto, apesar de estar suspenso de sócio do Sporting.  

20h00: Bruno de Carvalho na fila votar, apesar de estar suspenso de sócio

 19h55: José Maria Ricciardi também foi muito assobiado no Altice Arena.

19h50: As urnas fecham-se às 20h, mas ainda há sócios na fila. Uma fila que está cada vez mais pequena.

19H43: Vários sócios que já votaram disseram à CMTV que há um grupo organizado de cerca de 20 adeptos dentro do Altice Arena a favor de Bruno de Carvalho, que está a dificultar quem quer exprimir-se contra Bruno de Carvalho.

19H35: À chegada, Bruno de Carvalho tentou falar mas não lhe foi dada autorização visto que o tempo das intervenções terminou às 18h44. O presidente suspenso chegou acompanhado dos restantes membros da direção do Sporting.

19h24: Aquando da entrada de Bruno de Carvalho no Altice Arena, alguns sócios gritaram o nome do presidente suspenso, e depois insultaram Jaime Marta Soares.

19h17: Afinal Bruno de Carvalho foi à Assembleia Geral, no Altice Arena

19h00Dias Ferreira espera decisão que permita "construir alguma coisa"

18h48: Ferro Rodrigues já votou e acredita que clube ultrapassará "a maior crise de sempre"

18h40Vicente Moura 'ataca' Bruno de Carvalho: "Em vez de ser humilde, achou que era 'o' presidente. O Sporting não é refém de ninguém, é dos sócios", lembrou.

18h25: PSP sem registos de incidentes apesar da afluência crescente de sócios

18h20: Álvaro Sobrinho alvo de tentativa de agressão

18h00: Álvaro Sobrinho espera uma votação contundente para melhorar o clube

17h55: Já terminou o as inscrições para sócios discursarem. Há 25 associados que irão tomar a palavra e dirigir-se a plateia nos próximos minutos.

17h40: Álvaro Sobrinho, presidente da Holdino, empresa que detém 30 por cento do capital da SAD do Sporting, gostaria que o presidente suspenso estivesse no Pavilhão: "Bruno de Carvalho devia estar aqui também. A alegação que a saída dele estaria a justificar a justa causa dos jogadores é uma estupidez", atirou.

17h38: Os sócios Carlos Severino, José Maria Ricciardi e Rita Matos já estão no Pavilhão. Espera-se a participação de 50 mil sócios.

17h25: Pedro Santana Lopes, antigo presidente leonina, chega à AG: "Uma das coisas que esperava era que os sócios viessem em massa e isso já está a acontecer. A maioria que decida e que depois se respeite a decisão."

17h20: "O ambiente lá dentro é uma vergonha, em 20 sócios que falam, 19 são a favor do Bruno de Carvalho. Um senhor falou contra, houve assobios, impropérios contra o presidente da MAG. É uma vergonha. Sem dúvida que ele está a manipular a AG. Só fala a malta dele, não me revejo neste Sporting. Estou profundamente enervado com isto. Na segunda vez votei nele, mas depois disto... Ele é o principal responsável por esta situação. Tinha-se demitido, ia para eleições e se ganhasse ganhava. A segurança não está em causa, toda a gente consegue votar. Este não é o meu Sporting", disse o presidente da mesa da Assembleia Geral do núcleo de Almoçageme em declarações à CMTV.

17h08: Adepto fala de Rui Patrício e é alvo de monumental assobiadela.

16h59 - Um sócio contou à saída da Assembleia-Geral do clube que no interior do pavilhão estavam estrategicamente colocados apoiantes de Bruno de Carvalho para dar a entender que o ambiente era tenso: "Ao princípio juntaram-se os 'meninos' de Bruno de Carvalho em grupinhos de 10 ou 12 estrategicamente colocados no pavilhão. Eles queriam que o ambiente parecesse tenso e quando aparecia alguém da mesa da assembleia assobiavam. O Bruno de Carvalho manipula aqueles que como ele andam a ganhar à custa do Sporting. Eu pago para o Sporting há mais de 50 anos. Se ele ganhar, nem eu nem ninguém da minha família paga nem mais um tostão", garantiu à CMTV o sócio.

16h55: Álvaro Sobrinho, da Holdimo, está na fila para entrar na Assembleia-Geral do Sporting. É importante votar num novo modelo, nova gestão e nova esperança para o Sporting. Bruno de Carvalho devia estar aqui também. A alegação que a saída dele estaria a justificar a justa causa dos jogadores é uma estupidez", afirmou aos jornalistas.

16h53: Bruno de Carvalho volta ao Facebook e pede aos sócios que continuem na AG até ao fim da reunião para evitar eventuais "afinações".

16h51: Ana Carvalho, subcomissária da PSP, fez à TVI um balanço do policiamento: "Todo o policiamento mantém-se estável, não há qualquer incidente a registar. A maior preocupação é a linha de revistas, mas as coisas estão a correr bem. Os sócios não devem trazer grandes mochilas, para não atrasar as revistas, objetos contundentes, armas, etc."

16h47: Bruno de Carvalho partilhou no Facebook dois vídeos de intervenções na AG, um deles muito crítico para com o trabalho da Mesa da Assembleia-Geral.

16h41: Imagens do interior da Assembleia Geral destitutiva do Sporting.

16h38: Jaime Marta Soares anuncia eleições para 8 de Setembro, seja para todos os órgãos sociais ou não. O presidente da MAG referiu também que que sairá caso o Conselho Diretivo não seja destituído: "Eu já tinha dito isso".

16h37: Dias da Cunha, antigo presidente do Sporting, está na fila para entrar na AG mas não falou aos jornalistas.

16h36: Nuno Saraiva, diretor de comunicação do Sporting, está presente na Assembleia-Geral

16h33:  "Que democracia a vossa", diz sócio que após uma intervenção com críticas a Bruno de Carvalho. Associado é assobiado por muitos dos presentes.

16h20: Continuam as intervenções dos sócios, algumas com críticas para Marta Soares. Fila para votar já é longa.

16h15:  O Conselho Diretivo do Sporting não compareceu à primeira Assembleia Geral e destituição da história do Sporting, confirmou a agência Lusa.

16h11: Os sócios que vão saindo da Assembleia-Geral dizem que o ambiente está sereno e que a reunião está a decorrer sem incidentes.

16h09: Presidente do Sporting continua o acompanhamento ao minuto da AG e revela uma sondagem "ao estilo Notário do JMS e Eurosondagem" que é favorável à continuidade do Conselho Diretivo.

16h07: O advogado Rogério Alves também já chegou à Assembleia-Geral: "O clube é dos sócios, por isso vamos votar e decidir. Apartir de amanhã vamos arquivar estes antagonismos, estas guerras e começar uma era de paz e prosperidade. É preciso respeitar a maioria e se o Bruno de Carvalho ganhar vai ser o meu presidente."

16h03: Bruno de Carvalho questiona as entradas pela porta dos fundos de vários sócios do Sporting, entre eles, Ferro Rodrigues, Ricciardi, Luis Loureiro, Rita Matos e Jorge Sanches.

15h56: José Maria Ricciardi também já chegou à Altice Arena.

15h50: Jaime Marta Soares deixa críticas aos sócios por causa do assobios: "A vossa democracia deixa muito a desejar."

15h45: Bruno de Carvalho chama mentiroso novamente a Jaime Marta Soares.

15h40: Bruno de Carvalho insurge-se contra o pedido de Marta Soares para que se pare com as filmagens:

"Jaime Marta Soares mentiu: Mandou agora a tal empresa que ia gravar tudo, para demonstrar que era tudo fidedigno, PARAR de gravar. Isto é um escândalo! Os sportinguistas não merecem pessoas destas

15h39: Pedro Madeira Rodrigues, antigo candidato à presidência do Sporting, chegou à Altice Arena para entrar na Assembleia-Geral.

15h37: Jaime Marta Soares pede que se parem com as filmagens dentro da sala.

15h35: Presidente do Sporting continua muito ativo no Facebook e coloca um vídeo onde questiona as "afinações" desta Assembleia Geral.

15h26: Bruno de Carvalho volta ao Facebook para mostrar que um adepto do rival está na AG leonina.

15h25: Fila para a entrada na Altice Arena está assim. A entrada está a proceder-se de forma célere.

Fila para entrada na Altice Arena
Fila para entrada na Altice Arena créditos: TIAGO PETINGA/LUSA

15h15: Sócios já intervêm na Assembleia-Geral. Cada inscrito pode falar durante dois minutos.

15h11: Mário Machado, Augusto Inácio, João Benedito ou José Eduardo estão na fila para entrar na AG.

15h05: Bruno de Carvalho volta ao Facebook: "O José Eduardo e o Bruno Mascarenhas têm algum cargo nestas comissões? Eles movimentam-se pela zona restrita a funcionários e dirigentes..."

15h10: Já há sócios a votar.

14h50: Abriram as urnas da primeira Assembleia Geral (AG) de destituição da história do Sporting, na qual os sócios do clube vão decidir o futuro do presidente, Bruno de Carvalho.

14h49: Marta Soares abre as inscrições para os sócios falarem na AG. Cada um terá dois minutos.

14h48: Bruno de Carvalho partilha dois novos vídeos quando são lidos os pressupostos para a rescisão com justa causa do Conselho Diretivo.

14h45: Jaime Marta Soares começa no ponto 1 e o presidente da MAG pergunta se alguém do Conselho Diretivo pretende falar, mas nenhum dos elementos da direção está presente. Assobios continuam

14h44: Bruno de Carvalho começa a divulgar no Facebook vídeos do interior da Assembleia Geral.

14h42: Jaime Marta Soares dá início à Assembleia Geral. Ouve-se sócios a gritar "Golpista, golpista, golpista".

"Vamos levar está AG até ao fim. Todos os que quiserem um Sporting livre devem ouvir", disse Marta Soares

14h30: Nas redes sociais começam a surgir imagens do boletim de voto

Boletim de voto
Boletim de voto do Sporting créditos: DR

14h20: Votação do ponto 2, referente à destituição do mandato da direção, arranca às 15h30

14h10: Bruno de Carvalho volta a publicar uma mensagem no Facebook: "Eu sinceramente não me interessam T-shirts ou camisas mas a democracia é votar nu? Jaime Marta Soares um homem que chegou ao poder com o 25 de Abril... Falam da Revolução dos Cravos mas está na frente da Revolução dos Cravas.

14h05: Jaime Marta Soares entra na sala onde vai decorrer a reunião e é muito assobiado, mas aplaudido. O presidente de Mesa da Assembleia Geral apela à serenidade e ao respeito.

14h03 - Bruno de Carvalho volta a utilizar o Facebook: "A manipulação constante para validar possíveis "afinações":

Resultado da sondagem da Eurosondagem para o jornal ‘Expresso’, entre os dias 18 e 21 de junho de 2018, é totalmente arrasador para Bruno de Carvalho. Num universo de 1011 pessoas – sendo que 333 são adeptos leoninos – (...)"

A sério...

O que é fidedignidade? Eu explico no final do dia..."

14h00: Não há quórum devido à pouca presença de sócios e o início dos trabalhos é adiado meia hora, como foi previsto na convocatória da Assembleia Geral.

13h30: Frederico Varandas já está na Altice Arena, onde vai assistir à Assembleia Geral destitutiva do Sporting, mas não sem antes ser apupado por alguns dos sócios que ainda se encontravam na rua.

13h15: Bruno de Carvalho não vai estar presente na Assembleia Geral deste sábado onde vai ser discutida a destituição do Conselho Diretivo que liderada, mas vai fazendo relatos do que estar a acontecer na reunião através das redes sociais.

13h00: Vários sócios já estão dentro da Altice Arena. Entrada acontece de forma rápida e sem problemas. Muitas segurança no local.

12h15: As portas da Altice Arena, local onde este sábado vai decorrer a Assembleia Geral de destituição do Sporting, já foram abertas e os sócios podem começar a entrar para participar nesta reunião magna.

Jaime Marta Soares, presidente da Mesa da Assembleia-Geral, esta presente junto da Altice Arena e cumprimenta todos os sócios antes de entrarem para o local desta reunião que se encontra vigiada por um forte dispositivo de segurança.

Os sócios leoninos iniciam agora o processo de credenciação para depois votar a eventual destituição do Conselho Diretivo. O processo de votação está aberto até às 20h00, sendo que o inicio da Assembleia Geral está marcado para as 14h00.

Os sócios do Sporting reúnem-se hoje para a primeira Assembleia Geral (AG) de destituição da história do clube, na qual decidirão o futuro do presidente, Bruno de Carvalho, legitimado há quatro meses por larga maioria.

A reunião magna foi convocada com o objetivo de decidir o afastamento ou a continuidade de Bruno de Carvalho, figura central de uma crise que se agudizou com a perda do segundo lugar na I liga de futebol e a invasão de adeptos à Academia do Sporting, em Alcochete.

Bruno de Carvalho, que em fevereiro viu uma larga maioria de sócios legitimar o seu mandato – aprovando alterações aos estatutos e ao regulamento disciplinar, e a continuidade dos órgãos sociais — é o primeiro presidente a enfrentar a possibilidade ser afastado em quase 112 anos de história do clube.

Eleito em 2013 e reconduzido em 2017, Bruno de Carvalho considerou, desde o início, que a AG é ilegal, e garantiu, mais tarde, que não marcará presença no plenário que vai decorrer na Altice Arena, em Lisboa, a partir das 14:00.

Em vésperas da AG, o presidente ‘leonino’ afirmou que se afasta do cargo se a sua destituição for votada de forma fidedigna.

A AG foi convocada por Jaime Marta Soares em 24 de maio, numa altura em que presidente da Mesa da Assembleia Geral (MAG) já tinha dito publicamente que se demitira, embora nunca tenha formalizado o pedido.

Além da MAG, o clube ficou também sem quórum no Conselho Fiscal e Disciplinar (CFD), e o Conselho Diretivo (CD), liderado por Bruno de Carvalho, perdeu seis membros.

A maioria dos pedidos de demissão surgiram logo após 15 de maio, dia em que vários futebolistas do plantel e elementos da equipa técnica e do staff foram agredidos na Academia por cerca de 40 adeptos encapuzados, dos quais 27 foram detidos e ficaram em prisão preventiva.

Estes acontecimentos, levaram os futebolistas Rui Patrício, William Carvalho, Gelson Martins, Bruno Fernandes, Battaglia, Bas Dost, Podence, Ruben Ribeiro e Rafel Leão a rescindirem contrato alegando justa causa.

Notícia atualizada às 12h38

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.