Um ano de decisões e de escolhas para Fernando Santos. O selecionador nacional terá uma dor de cabeça pela frente para decidir quais os jogadores que poderão participar ou não no lote dos escolhidos para o Mundial 2018.

Se tivermos em conta a última convocatória, existem alguns jogadores que poderão assistir à maior competição mundial a nível de seleções pela televisão.

Na baliza, Beto, com 35 anos, poderá não fazer parte das escolhas, devido à avançada idade. José Sá, Rui Patrício e Anthony Lopes perfilam-se como as escolhas mais óbvias para defender as redes lusas.

Na defesa, existem várias incógnitas. A linha central é muito envelhecida e não é certo que todos os centrais sejam escolhas. Bruno Alves tem 35 anos, Pepe tem 34 anos e José Fonte tem 32 anos. Apenas Luís Neto surge como a opção mais jovem, com 29 anos. No entanto, a qualidade inegável de Pepe poderá garantir um lugar na competição. Já Bruno Alves e José Fonte poderá depender da época que façam no Rangers e no West Ham, respetivamente.

Nas laterais da defesa, existe apenas uma incógnita. Com Raphael Guerreiro, Cédric e Nélson Semedo a serem opções (dependente claro das épocas que realizem nos clubes), Eliseu poderá correr um pouco fora desta competição interna. João Cancelo também poderá ser opção para Fernando Santos, ele que esteve ao serviço da seleção sub-21 no Europeu da categoria.

No meio campo, também existem algumas dúvidas, que irão depender das épocas que acabem por fazer nos seus clubes. João Moutinho é o elemento mais velho, mas tem apenas 30 anos e a sua qualidade poderão levar a uma presença no Mundial. Depois, existem Adrien Silva, André Gomes, Danilo Pereira, João Mário, Pizzi e William Carvalho. Também Renato Sanches poderá perfilar-se como jogador a participar no Mundial, depois de ter feito o mesmo que João Cancelo, ao participar no Euro sub-21.

Já na linha avançada do terreno, existirão algumas dúvidas também. Cristiano Ronaldo tem lugar assegurado e os restantes jogadores terão de provar a Fernando Santos que merecem uma oportunidade. Nani e Ricardo Quaresma com 30 e 33 anos respetivamente são os mais velhos e terão de se mostrar ao selecionador nacional para provarem a sua qualidade. Nani será o mais flagrante, depois de uma época pouco regular no Valência.

De seguida, André Silva e Bernardo Silva terão de se mostrar nos seus novos clubes, o AC Milan e o Manchester City, respetivamente, para garantirem um lugar. Também Gelson Martins procurará mostrar a sua qualidade.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.