Esta noite, o campeão nacional Sporting e o vencedor da Taça de Portugal Sporting de Braga disputam o primeiro título da temporada, no Estádio Municipal de Aveiro, a partir das 20h45.

O Estádio Municipal de Aveiro não estará a 100%, mas já é permitida 33% da lotação, cerca de 10.000 espetadores - com máscara, distanciamento e certificados de vacinação completa ou teste de covid-19 negativos -, número que não se via num jogo de uma competição nacional há mais de um ano e quatro meses.

Se os ‘leões’ chegam a este jogo como campeões nacionais, enquanto o Sporting de Braga chega a Aveiro depois de arrebatar o último troféu da época passada, a Taça de Portugal, conquistado em Coimbra, numa final com o Benfica, que venceu por 2-0, em 23 de maio.

Os vencedores das duas principais provas da época passada vão também reeditar a final da Taça da Liga, que os ‘leões’ venceram por 1-0, em 23 de janeiro, em Leiria, com um golo do espanhol Pedro Porro, o grande ausente do jogo de sábado.

Histórico de confrontos

O encontro desta noite é o 153º entre Sporting e Sporting de Braga, em todas as competições: 130 no campeonato nacional, 16 na Taça de Portugal, dois na Supertaça e quatro na Taça da Liga.

No geral, os leões têm vantagem sobre os arsenalistas, sendo que venceram 94 jogos (62%) e perderam 35 (23%). Já 23 jogos (15%) terminaram com um empate no marcador.

Nos últimos cinco embates, o Sporting venceu três e perdeu dois. O mais recente encontro entre os dois emblemas aconteceu a 25 de abril deste ano, para a 29ª jornada do campeonato nacional e terminou com uma vitória dos leões por 1-0, na Pedreira. Também o encontro da primeira volta da temporada 2020/2021 foi de vitória para o Sporting, 2-0.

Pelo meio, as duas equipas enfrentaram-se na final da Taça da Liga, no final de janeiro deste ano, e foi mais uma vez o Sporting a vencer. A última vez que o Sporting de Braga venceu o clube de Alvalade foi em fevereiro de 2020, por 1-0, na 19ª jornada da época 2019/2020.

Olhando apenas para os dois encontros da Supertaça, estes remontam a 1982, quando a final ainda era disputada a duas mãos. O Sporting de Braga até venceu a primeira mão, por 2-1, mas foi goleada na segunda, por 6-1, e foi o Sporting quem levantou o troféu.

As equipas

Na qualidade de campeão, e de vencedor dos três duelos com os ‘arsenalistas’ em 2020/21, o Sporting parte como favorito, até porque, mais uma vez, reforçou-se em Braga – depois de Rúben Amorim e Paulinho, foi agora a vez de Ricardo Esgaio.

Os ‘leões’ poderão, assim, arrancar com Adán, os centrais Gonçalo Inácio, Coates e Feddal, os laterais Esgaio e Nuno Mendes, os médios centrais Palhinha e Matheus Nunes e um trio na frente, composto por Pedro Gonçalves, Jovane e Paulinho, precisamente o ‘onze’ do último teste, com o Lyon (3-2, no domingo).

Por seu lado, o Sporting de Braga também não deverá apresentar muitos reforços no ‘onze’, prevendo-se que sejam duas as novidades, o central Paulo Oliveira (ex-Eibar), que já foi ‘leão’, e o lateral direito brasileiro Fabiano, de regresso a Braga após empréstimo em 2020/21 à Académica.

Os comandados de Carlos Carvalhal deverão entrar no mesmo ‘3-4-3’ do Sporting, com os centrais Paulo Oliveira, Raul Silva e Sequeira, à frente de Matheus, Fabiano e Galeno nos corredores, Al Musrati e Castro como médios centrais e um trio na frente, composto por Fransérgio, Ricardo Horta e Abel Ruiz.

André Horta, Lucas Piazón e o espanhol Mario González, que brilhou a época passada pelo Tondela, são outras grandes ‘armas’ dos bracarenses, ainda desfalcados do central David Carmo, em recuperação de uma lesão grave.

O que dizem os treinadores

Rúben Amorim, treinador do Sporting: "A época vai ser muito mais desgastante, um desafio enorme, vamos jogar competições diferentes, temos mais responsabilidade, mas vamos encarar sem receio. Tivemos uma época muito boa, mas com pontos muito baixos também e temos de ter atenção a esses momentos, sabendo que no Sporting há muita cobrança. Olhamos para o novo desafio com muito entusiasmo."

Carlos Carvalhal, treinador do Sporting de Braga: "Se pudermos fazer o que não foi feito… O que nos move é ganhar os troféus, em ano e pouco esta é a terceira final, é um muito bom sinal o Braga estar presente nas decisões. Se pudermos ficar na história por ganhar pela primeira vez a Supertaça, tem o seu peso".

Arbitragem

O árbitro João Pinheiro vai ser o responsável por dirigir o encontro da Supertaça entre Sporting e Sporting de Braga, segundo anunciou a Federação Portuguesa de Futebol (FPF).

João Pinheiro, de 33 anos, da Associação de Futebol de Braga, será acompanhado pelos assistentes Tiago Costa e Nuno Eiras, enquanto Gustavo Correia foi designado quarto árbitro.

No videoárbitro (VAR) estará André Narciso.

O encontro da 43.ª edição da supertaça Cândido de Oliveira em futebol, está marcado para sábado, no Estádio Municipal de Aveiro, com início às 20:45.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.

Ajude-nos a melhorar o SAPO Desporto